25 de jul de 2011

,.,

Então, eu me faço do absurdo, grito, quase exponho as cordas vocais, e ninguém escuta.
Poderia eu ser tão muda a ponto de não conseguir expor, ou eles tão surdos a ponto de não querer ouvir? Não sei, como poderia saber? É uma perdição, que loucura meu Deus.
Me encontre no final, no ínicio, e no meio... A história por si já está uma grande bagunça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário